Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2007

IPHAN COMEMORA CEM ANOS DE OSCAR NIEMEYER

Por Alexandre Figueiredo

Um dos maiores arquitetos do país completa 100 anos no dia 15 de dezembro. Oscar Niemeyer, também considerado uma figura humana ilustre, por aliar um talento grandioso com uma humildade incomparável, realizou diversas obras no Brasil e no mundo. E, para homenagear o centenário do arquiteto, que continua em atividade e recentemente idealizou o corredor cultural de Niterói, que ganhou o nome de Caminho Niemeyer, o IPHAN decide iniciar o processo de tombamento de 24 obras de Niemeyer.

O anúncio se deu no dia 06, pelo Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Na oportunidade, além do anúncio do processo de avaliação para tombamento das obras de Niemeyer, foi anunciado também o tombamento da paisagem cultural de Santa Catarina, que envolve 50 propriedades rurais e dois núcleos históricos representativos das imigrações italianas, polonesas, alemãs e ucranianas na região, que envolve municípios como Blumenau e Joinville.

Também foi f…

A FARSA MIDIÁTICA DO "FUNK CARIOCA"

Por Alexandre Figueiredo

Há quatro anos, o empresário-fetiche das Organizações Globo, Roberto Marinho, faleceu, depois de anos simbolizando o poder da grande mídia nos últimos 40 anos, depois do declínio do império Chateaubriand. Aparentemente, encerrou-se por definitivo um ciclo de tendenciosismo da mídia com as forças conservadoras que respaldaram a ditadura militar, e aparentemente as Organizações Globo iniciaram um novo ciclo de "transparência" e "isenção".

No entanto, o velho fantasma tendencioso da Rede Globo, nesse tempo todo pós-"Dr. Roberto", passou a assombrar com mais força a sociedade brasileira, sem que ela perceba seus efeitos e até negue aquilo que se manifesta até com certa evidência. Trata-se de mais uma armação da Rede Globo com o respaldo e a cumplicidade explícitos de outros veículos das Organizações Globo.

Essa armação não envolve um pretenso líder político promovido com um forte esquema de marketing político e midiático. Também não se t…

IPHAN REALIZA CAMPANHA PARA RECUPERAR BENS

Por Alexandre Figueiredo

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional celebra, em novembro, 70 anos de sua regulamentação. Idealizada em 1936, estruturada em janeiro do ano seguinte, o IPHAN, então sob o nome de SPHAN, ganhou seu primeiro instrumento legal em novembro de 1937. E a lembrança dessa data coincide com a lembrança de uma das preocupações da instituição ao longo de toda sua trajetória, que é a perda de bens históricos.

O IPHAN já conta com um banco de dados atualizado e informatizado que tem por objetivo apresentar os bens culturais tombados e os objetos que foram extraviados, roubados e furtados. A lista de objetos nessas condições permitirá a sua identificação e a busca de informações que condicionem a sua recuperação. O projeto, cuja fase atual começou a ser elaborada em 2005, teve a colaboração das Superintendências Regionais e do Departamento de Patrimônio Material e Fiscalização do IPHAN, da Polícia Federal, da INTERPOL e do público interessado em fornecer i…

IGREJA BAIANA É TOMBADA E IGREJA CARIOCA TEM PEÇAS DESCOBERTAS

Por Alexandre Figueiredo

Dois fatores envolvendo igrejas marcaram a primeira metade de outubro de 2007. Em Salvador, Bahia, houve o reconhecimento da Igreja da Vitória como Patrimônio Histórico pelo IPHAN, e no Rio de Janeiro a Igreja de Nossa Senhora do Carmo da antiga sé, localizada no Centro, revelou um acervo de obras do século XVI descobertas durante as obras de restauração, monitoradas pelo IPHAN.

A Igreja da Vitória, localizada no encontro do Corredor da Vitória com a Ladeira da Barra e a Rua da Graça, é transformada em patrimônio histórico no dia 09, meses depois de uma das casas do entorno, a Mansão Wildeberger, ter sido parcialmente destruída para a construção, sem a autorização do IPHAN, de um edifício residencial que foi suspensa por processo da Justiça Federal. É a terceira vez que o Conselho Consultivo do IPHAN aprecia o pedido de tombamento da Igreja, desta vez motivado por uma ação da Arquidiocese de Salvador para reformar a construção. A decisão do tombamento não se deu…

SAMBA CARIOCA TORNA-SE PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Por Alexandre Figueiredo

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) reconheceu o samba do Rio de Janeiro como patrimônio histórico, dando continuidade ao tombamento cultural de derivados do samba de roda, ritmo surgido no Recôncavo Baiano e que tornou-se em 2005 patrimônio cultural. O registro do samba no Livro das Formas de Expressão foi feito pelo Conselho Consultivo do IPHAN, no dia 09 de outubro de 2007, em cerimônia feita no Palácio Gustavo Capanema (antigo MEC), no Castelo, centro do Rio de Janeiro.

O pedido de registro como patrimônio histórico foi feito pelo Centro Cultural Cartola, com o apoio das Escolas de Samba do Rio de Janeiro e da Liga Independente das Escolas de Samba. O Centro Cultural Cartola criou uma comissão destinada a estudar o legado histórico do samba carioca, pesquisa fundamental para efetivar o tombamento. Segundo a presidente do Centro, Nilcemar Nogueira, neta do compositor Angenor de Oliveira, o Cartola, a solicitação de registro foi fe…

XUXA, RATINHO E VAIDADES ACADÊMICAS

Por Alexandre Figueiredo

- Esse anteprojeto de mestrado reclama das coisas muito mais que velho ranzinza - diz um professor universitário da pós-graduação em Comunicação.

- Ele põe nomes da moda contra a parede, analisa problemas demais sobre a mídia - diz outro professor.

Tomados de preconceito - provavelmente o aspirante a mestrando é um desses nerds sem muita influência social na Faculdade e sem qualquer "pistolão" por trás - , esses professores vetam automaticamente o anteprojeto, cujas cópias em mãos se destinam à lata do lixo.

Enquanto isso, os mesmos professores aceitam, sorridentes, os mesmos anteprojetos que falam coisas abstratas do tipo "O símbolo e o signo: fenomenologias do sentido" e "Problemáticas da comunicação globalitária: análise de método e discurso". Coisas já feitas anos antes e praticamente imitadas por outros alunos, nos anos seguintes, com pequenas variações que nada acrescentam de substancial na produção acadêmica pós-gradual. Sem sa…

IPHAN LANÇA ROTEIROS NACIONAIS DE IMIGRAÇÃO

Por Alexandre Figueiredo

No dia 27 de agosto de 2007, o IPHAN deu início oficialmente, na cidade de Pomerode (SC), ao projeto Roteiros Nacionais de Imigração. A cerimônia, que contou com a participação de ministros e autoridades locais, aconteceu no pequeno sítio Tribess, no bairro de Wünderwald.

O projeto, que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional lança em parceria com o Ministério do Turismo, o Ministério do Desenvolvimento Agrário, o Governo de Santa Catarina, o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e as prefeituras de quinze municípios catarinenses, entre eles Blumenau, Jaraguá do Sul e Joinville, é a versão nacional de um projeto que já é desenvolvido no Estado.



No âmbito catarinense, o projeto, iniciado em 1980, teve como objetivo inicial ressaltar os espaços e as tradições remanescentes da peregrinação dos povos alemães, poloneses, italianos e ucranianos pelos municípios envolvidos (um total de vinte, no projeto estadual). Dessa forma, o projeto…

DIVERSIDADE CULTURAL E ESTEREÓTIPO

Por Alexandre Figueiredo

O avanço da música brega-popularesca no Brasil de hoje é um retrato da crise sócio-cultural em que se vive. O caos aéreo que, em uma diferença de dez meses, provocou duas tragédias sérias com aviões. A corrupção política mostra seus personagens constantes e sucessivos. O governo Lula, apesar de sua inclinação reformista, pouco fez de definitivo para superar o neoliberalismo do presidente anterior, Fernando Henrique Cardoso, levando em conta também que Lula está em seu segundo mandato.

Embora muitos intelectuais vejam o brega-popularesco - desde o conservador breganejo de Chitãozinho & Xororó e Zezé Di Camargo & Luciano ao agressivo "funk" de Tati Quebra-Barraco - uma possibilidade de uma nova e moderna música brasileira, o deslumbramento termina quando percebemos as contradições que o brega-popularesco, mesmo sob o mais bem-intencionado pretexto de "diversidade cultural", apresenta, comprometendo sua validade como a cultura popular de…