Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2010

COMUNIDADES INDÍGENAS DO ALTO-XINGU SÃO PATRIMÔNIO CULTURAL

Por Alexandre Figueiredo

As duas localidades situados no Mato Grosso que são considerados pelas tribos indígenas do Alto-Xingu como lugares sagrados tornaram-se patrimônio cultural por iniciativa do IPHAN.

O Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional aprovou há cinco dias, por unanimidade, o pedido de tombamento das localidades de Sagihengu e Kamukuwaká, feito por iniciativa das etnias Waurá, Kalapalo e Kamayurá e reforçado pelos técnicos do IPHAN.

Sagihengu e Kamukuwaká são lugares que fazem parte do Kwarup, a maior festa ritualística realizada pelos povos do Alto-Xingu. Nove etnias que formam seu complexo sócio-cultural participam, de forma compartilhada, dos rituais. Todavia, as duas áreas ainda estão fora do território demarcado pelo Governo do Parque Nacional do Xingu.

Observando essa limitação, os grupos indígenas formularam, em 2008, um pedido para o IPHAN de transformação da área em patrimônio cultural, garantindo a conservação e também o acesso …

REDE GLOBO E A MÚSICA BREGA-POPULARESCA

Por Alexandre Figueiredo

Poucas pessoas entendem, mas a hegemonia da música brega-popularesca, o milionário mercado da mediocridade musical herdada da música brega dos anos 70, foi favorecida pelos mecanismos das relações entre mídia e poder desde a ditadura militar. Apesar de haver muitos defensores se esforçando em desmentir essa influência, alegando que a mediocridade musical dominante nas rádios e TVs de nosso país resultam numa "nova forma de cultura popular", supostamente sem a influência de qualquer veículo da grande mídia, a verdade é que a música brega-popularesca - a suposta "música popular" das rádios mais ouvidas no país - nada seria se não fossem os conchavos entre a grande mídia, sobretudo a Rede Globo de Televisão, e o poder político que ela respaldou nos últimos anos.

Historicamente, a música brega-popularesca se iniciou a partir de rádios AM interioranas e de gravadoras como Odeon, Copacabana e Continental-Chantecler desde meados dos anos 60, e, na d…