Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

ARQUITETA JUREMA MACHADO ASSUME PRESIDÊNCIA DO IPHAN

Por Alexandre Figueiredo

Já trabalha à frente do IPHAN a nova presidenta do instituto, a arquiteta Jurema de Sousa Machado, que substitui o também arquiteto Luiz Fernando de Almeida, que pediu exoneração do cargo, depois de intensa atividade à frente da autarquia.

Luiz Fernando havia substituído, em 2006, o antropólogo Antônio Augusto Arantes, que havia pedido exoneração depois de denúncias de que havia usado dinheiro do IPHAN para financiar um espetáculo do grupo teatral de sua esposa. Na época, o arquiteto era diretor do Programa Monumenta, que depois foi integrado ao IPHAN.

Luiz Fernando chegou a receber a atual ministra da Cultura, Marta Suplicy, dando-lhe informações a respeito da situação vivida pelo IPHAN atualmente. A renúncia foi formalizada pela publicação, no Diário Oficial da União do último dia 26 de setembro, da substituição do comando da autarquia.

Jurema Machado assumiu o IPHAN no último dia 08. Também ligada ao Programa Monumenta, do qual participou de sua fundação, …

UNIÃO PEDE QUE MUSEU DO ÍNDIO SEJA TOMBADO

Por Alexandre Figueiredo

Na última segunda-feira, o governo do Estado do Rio de Janeiro anunciou a demolição do Museu do Índio, situado ao lado do Estádio Mário Filho, o Maracanã, na cidade do Rio de Janeiro. Informado do anúncio, a Defensoria Pública da União entrou com uma ação civil pública pedindo que o museu seja tombado.

O anúncio da demolição do prédio pelo governo fluminense teve como justificativa a intenção de atender aos padrões internacionais de construção de estádios, já que a área serviria, nesse raciocínio, para criar um amplo acesso de saída dos frequentadores do estádio.

O governo estadual ainda acrescentou que irá assinar a declaração de compra do terreno, avaliado em R$ 60 milhões, para efetuar o processo de demolição e construir o acesso no museu, em cuja área existe também uma comunidade indígena.

Abandonado há 33 anos, o Museu do Índio foi criado pelo antropólogo Darcy Ribeiro, em 1953, para guardar acervos relacionados à cultura indígena, pesquisas etnográficas…

NOVO CONCURSO DO IPHAN DEVERIA REFLETIR AS DEMANDAS DO ÓRGÃO

Por Alexandre Figueiredo

O fim da fase Ana de Hollanda no Ministério da Cultura, substituída por Marta Suplicy, pode não parecer, a primeira vista, uma promessa de tempos dourados para a pasta, considerada uma das que menos recebem atenções do Governo Federal.

No entanto, o fim de uma gestão que, no conjunto da obra, estava mais voltada para a burocracia dos direitos autorais dentro dos padrões anteriores à popularização da Internet e ao surgimento de novas tecnologias e linguagens, traz muita expectativa de como se comportará o MinC a partir de agora.

No caso do IPHAN, a gestão de Ana de Hollanda, como se sabe, aparentemente não alterou a rotina da autarquia, que se seguiu ao seu trabalho de pesquisas, tombamentos e lançamento de livros e outros eventos.

Mesmo assim, a gestão de Marta Suplicy pode também significar novas expectativas para o instituto. Afinal, o IPHAN também é o que menos recebe atenção entre os órgãos do Ministério da Cultura, o que torna a situação ainda mais probl…