FLORIANÓPOLIS RECEBE VERBA PARA PROJETOS DE REVITALIZAÇÃO

ANTIGA CASA DA CÂMARA E CADEIA É UM DOS LOCAIS A SEREM REVITALIZADOS.

Por Alexandre Figueiredo

A cidade de Florianópolis recebe um investimento no valor de R$ 49,6 milhões. dentro do projeto PAC Cidades Históricas, para revitalizar sete sítios históricos, a maioria deles no Centro Histórico da capital catarinense.

O plano tem parceria da Prefeitura de Florianópolis e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), que divulgou o valor do investimento em reunião feita na cidade. O encontro serviu também para divulgar o andamento dos trabalhos do PAC Cidades Históricas iniciados em 2013.

O Largo da Alfândega, uma das obras contempladas, ainda depende de aprovação para seu projeto de revitalização, mas a proposta de revitalização envolve construção de novas barracas para as feiras de produtos naturais, ciclovias, novos pontos de ônibus e dois módulos em estrutura metálica para exposições e atividades culturais.

A antiga Casa de Câmara e Cadeia, prédio construído entre 1771 e 1780, situada na Praça Quinze de Novembro, no centro de Florianópolis, é outro sítio contemplado e correspondeu à antiga edificação existente em várias cidades do Brasil que incluíram a cadeia pública e a Assembleia Legislativa Provinçal, correspondente à atual Câmara dos Vereadores.

O antigo prédio havia sido abandonado há dez anos, depois que a Câmara dos Vereadores se mudou para a Rua Anita Garibaldi. A penitenciária, por sua vez, havia se mudado em 1930 para um novo edifício no bairro da Agronômica. Ultimamente o prédio servia para abrigo de sem-teto.

No prédio da antiga Casa de Câmara e Cadeia, será inaugurado o Museu da Cidade, com estrutura moderna e informatizada, que contará a história de Florianópolis desde os primórdios do Brasil, antes de 1500, até os dias atuais, lembrando fatos importantes ocorridos na cidade. Textos em português, inglês e espanhol serão produzidos para consulta do público.

Ainda serão aprovados os projetos de revitalização do entorno que vai da Praça Quinze de Novembro à Av. Hercílio Luz, sendo que o principal deles está avaliado em R$ 19 milhões, em instalação de energia elétrica e outras estruturas, além de urbanização da área. A cidade de Laguna também será contemplada por projetos de revitalização em Santa Catarina.

Também serão restauradas as construções que fazem parte do Complexo de Fortalezas da Ilha de Santa Catarina. A área envolve também outro município, Governador Celso Ramos, onde se situa a Ilha de Anhatomirim, onde fica a Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim palavra que, em tupi, significa "ilha pequena do diabo".

FONTES: Diário Catarinense, Wikipedia.

Comentários