Pular para o conteúdo principal

IPHAN CRIA GRUPO DE TRABALHO E INICIA REUNIÃO DO CONSELHO CONSULTIVO



Por Alexandre Figueiredo

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional iniciou suas atividades em 2012 avaliando os tombamentos do Centro Histórico de Manaus, no Amazonas, de Oiras e Piracuruca, no Piauí e de Antonina, no Paraná. A instituição também criou um grupo permanente de trabalho dedicada aos recursos genéticos existentes no Brasil.

Além disso, o Conselho Consultivo do IPHAN elabora o registro como Patrimônio Cultural do Ofício e dos Modos de Fazer a atividade de produção das Bonecas Karajá, proposta feita pelas tribos indígenas que vivem nas aldeias Buridina e Bdè-Burè, localizadas em Aruanã, na cidade de Goiás (GO), e nas aldeias Santa Isabel do Morro, Watau e Werebia, localizadas na Ilha do Bananal no Estado de Tocantins, com o apoio dos membros das aldeias Buridina, Bdè-Burè e Santa Isabel do Morro.

A produção de bonecas Karajá, além de expressar o imaginário infantil das populações indígenas, é fonte de renda para suas famílias, e servem também como expressão de socialização das crianças nas tribos.

Os projetos de tombamento envolvem, em Manaus, o trecho localizado entre a orla do Rio Negro e o entorno do Teatro Amazonas, trechos marcados pela sua concepção arquitetônica e pelo cotidiano social movimentado, principalmente durante o ciclo da borracha, entre 1890 e 1910.

Em Piauí, cidade colonizada a partir do interior e não do litoral, devido às condições problemáticas de navegação - e o que fez ter uma capital fora do litoral, Teresina - , a ênfase está na importância histórica das cidades de Oeiras e Piracuruca neste processo de colonização e desenvolvimento social do Estado.

O tombamento irá articular a política patrimonial das duas cidades com a já formada Parnaíba, e Teresina também terá bens tombados, como o antigo Pátio Ferroviário e a Igreja de Nossa Senhora de Lourdes. Também está previsto o registro da Arte Santeira em madeira do Piauí e da Cajuína, como patrimônios imateriais do Piauí.

Quanto à Antonina e, por conseguinte, por outra cidade litorânea vizinha, Paranaguá, a ênfase está na importância do litoral paranaense na economia portuária brasileira, e Antonina terá seu centro histórico tombado, incluindo a área remanescente das antigas Indústrias Reunidas Francisco Matarazzo, que movimentaram a economia da região.

Enquanto isso, foi formado um grupo de trabalho permanente, no IPHAN, para tratar dos procedimentos e da realização de atividades decorrentes do credenciamento do instituto junto ao Conselho de Gestão do Patrimônio Genético – CGEN/Departamento do Patrimônio Genético – DPG/Secretaria de Biodiversidade e Florestas – SBF/MMA – conforme a Deliberação nº 279/2011, do Ministério do Meio Ambiente.

A medida permitirá maior agilidade e integração, entre os técnicos do IPHAN e a comunidade científica, para a realização de pesquisa científica que envolve conhecimentos tradicionais vinculados aos recursos genéticos, que também fazem parte do patrimônio cultural brasileiro.

FONTE: IPHAN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A IMPORTÂNCIA DE OSCAR NIEMEYER PARA O BRASIL E O MUNDO

Por Alexandre Figueiredo

Oscar Niemeyer, um dos mais renomados arquitetos brasileiros, nos deixou ontem à noite, no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, a dez dias de completar 105 anos. Sofria insuficiência respiratória e desde novembro estava muito doente.

Foi uma vida longeva e ativa, em que Oscar, mesmo com a voz mais frágil, expressou sua lucidez nos últimos anos. Era um dos últimos remanescentes de uma produtiva geração de intelectuais que procurou pensar e agir pelo Brasil. Era formado em Arquitetura pela Escola Nacional de Belas Artes, atual Escola de Belas Artes da UFRJ, em 1934.

Era uma época em que a geração modernista já se consolidava como um grupo de intelectuais dedicados ao progresso sócio-cultural do Brasil. Mário de Andrade já atuava em cargos administrativos do governo paulista e depois se tornaria um dos fundadores do IPHAN, então conhecido como SPHAN (Serviço), juntamente com Rodrigo Melo Franco de Andrade.

A fundação do SPHAN, a partir de 1936 mas oficialment…

A CONTRIBUIÇÃO DE DURKHEIM À SOCIOLOGIA

Por Alexandre Figueiredo

A sociologia contemporânea deve seu avanço a Èmile Durkheim, fundador da escola francesa. Reconhecido mundialmente como um dos pensadores do conceito de coerção social, sua sociologia marcou-se pela combinação da sua teoria com a pesquisa empírica.

Èmile Durkheim nasceu em 15 de agosto de 1858, na cidade de Epinal, no noroeste francês, região localizada na fronteira com a Alemanha. Durkheim era de família judaica, mas do contrário que definia a tradição de seus familiares, ele recusou-se a seguir a carreira de rabino.

Não bastasse ele ter vivido numa época de grandes transformações no universo do pensamento mundial - a segunda metade do século XIX, tempo de profundas transformações tecnológicas e culturais na Europa - , ele também viveu em sua juventude as transformações referentes ao país onde nasceu e viveu, a França. Era a época do conflito com o exército alemão, que forçou os franceses a ceder o território da Lorena. Era também o período da Comuna de Paris, e…

FEIRA DE SÃO CRISTÓVÃO VIRA PATRIMÔNIO CULTURAL

Por Alexandre Figueiredo

A Feira de São Cristóvão, tradicional espaço de cultura nordestina na Zona Norte do Rio de Janeiro, é considerada patrimônio cultural. O presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, sancionou a lei, lançada pelo deputado federal Marcelo Itagiba (PSDB-RJ) e aprovado em votações na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

O tombamento veio em bom momento, uma vez que a Feira de São Cristóvão, que desde 2003 ganhou o nome de Centro Cultural Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas e também é conhecido popularmente como Feira dos Nordestinos ou Feira dos Paraíbas, estava ameaçada de ser despejada do Pavilhão de São Cristóvão, que abriga o evento, por causa de uma dívida de R$ 400 mil da Prefeitura do Rio de Janeiro com o Ecad. Com o tombamento, a Riotur não pode mais intervir no despejo da feira.

A feira é composta de aproximadamente 700 barracas relacionadas a diversas modalidades da cultura nordestina, como culinária, artesanato, trios, bandas de forró, dança,…