ENCONTRO DISCUTE OBSERVATÓRIO DE POLÍTICAS CULTURAIS E PLANOS DE SALVAGUARDA


Por Alexandre Figueiredo

Entre os próximos dias 26 e 28 de novembro, acontece, no Centro Lúcio Costa, no Edifício Palácio Gustavo Capanema, no bairro do Castelo, no Rio de Janeiro, a 3ª Reunião Técnica sobre Políticas e Planos de Salvaguarda para o Patrimônio Cultural Imaterial da América Latina.

 Promovido pelo Centro Regional para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial da América Latina (Crespial) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o evento pretende debater políticas de pesquisa, informação e preservação das manifestações culturais existentes nos países integrantes do Crespial.

Os países membros dessa organização, além do Brasil, são a Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, México, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. O encontro pretende debater a criação de observatório para as políticas culturais nesses países e para planos de salvaguarda para a preservação e conservação do patrimônio cultural imaterial.

Os integrantes do Crespial se baseiam nos critérios definidos pela Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Imaterial da Unesco, promulgada em ano 2003, para estabelecer planos de elaboração de políticas culturais e de salvaguarda das expressões culturais existentes nestes países.

A criação do observatório tem como objetivo lançar indicadores culturais e diagnósticos sobre a situação da cultura em cada país, para que possam ser analisados problemas e dificuldades, de forma a estabelecer políticas tanto de estímulo à renovação de expressões culturais quanto a planos de recuperação, preservação e conservação do patrimônio cultural imaterial.

O evento também será uma oportunidade para troca de experiências entre técnicos e pesquisadores especializados, entre as comunidades e os movimentos sociais e os detentores dos bens culturais relacionados, entre os vários países membros da organização.

Fonte: IPHAN

Comentários