IPHAN INICIA TOMBAMENTO DOS BONDES DE SANTA TERESA, NO RIO DE JANEIRO


Por Alexandre Figueiredo

Foi publicado no Diário Oficial da União, edição de hoje, o edital que dá início ao processo de tombamento do sistema de bondes que ligam Santa Teresa ao Largo da Carioca, no Rio de Janeiro.

O tombamento inclui todo o percurso dos bondes, além dos próprios veículos e as instalações relacionadas, além das bifurcações que dão ao Largo das Neves, ao bairro Dois Irmãos e ao prolongamento para o bairro de Silvestre.

Por enquanto, trata-se da etapa do tombamento provisório, uma espécie de adiantamento para o tombamento definitivo, depois de avaliação feita pelos técnicos do IPHAN junto a pesquisadores e testemunhas do patrimônio em questão.

O projeto de tombamento não indica a volta dos bondes à circulação, substituídos temporariamente por um esquema especial de micro-ônibus. Afinal, o sistema se encontra paralisado, em obras de recuperação, depois que dois acidentes ocorreram recentemente, um nos Arcos da Lapa, matando um turista, e outro no entorno de Santa Teresa, matando um motorista e cinco passageiros.

O governo do Estado do Rio de Janeiro está investindo R$ 110 milhões na recuperação e revitalização do serviço. O investimento inclui a modernização das estações, a recuperação dos trilhos, a sinalização e a compra de 14 novos bondes.

Além de revalorizar a memória sócio-cultural do sistema de bondes, remanescente de tempos em que poucos ônibus haviam enquanto bondes circulavam por toda a cidade do Rio, o tombamento influirá na urgência das obras, para que o serviço seja entregue à população no menor prazo possível.

Fonte: Agência Brasil.

Comentários